Sansão e Dalila • A Bacia das Almas

 

Paulo Brabo, 21 de setembro de 2004

Sansão e Dalila

Estocado em Jurássicas

Uma ilustração para o número 3 do falecido Correntinho, o “Informativo informal do pessoal jovem batista do Paraná”. Fiz três ou quatro números do Correntinho (primo pobre do Corrente da Alice, falecido ainda antes) em parceria com a Kátia, que era redatora numa agência de propaganda muito antes de eu trabalhar em uma. Não diz o ano.

O texto da Kátia esclarece que o casamento de Sansão e Dalila não deu certo porque naquela época não havia encontro de casais. E assina: I Encontro de Casais: uma boa oportunidade de deixar o seu marido careca ou fazer cafuné nele.

Paulo Brabo @saobrabo

Escrevo livros, faço desenhos e desenho letras. A Bacia das Almas é repositório final de ideias condenadas à reformulação eterna.

Arquivado sob as rubricas

 

<
>

Depositado em juízo por Paulo Brabo · Desde 2004 · Sobre o autor e esta Bacia · Leia um livro · Olhe desenhos · Versões digitais dos manuscritos da Biblioteca do Monastério de São Brabo nas Índias Ocidentais · Fale comigo · A Bacia das Almas já foi longe demais