Pedir demais • A Bacia das Almas

 

Paulo Brabo, 14 de novembro de 2007

Pedir demais

Estocado em Livros

Deve fazer pelo menos cinco anos que não vejo a última página de um livro. Na verdade, grande parte dos livros na minha mesa de cabeceira comecei a ler bem antes disso, e permanecem aguardando pacientemente pela atenção que não sei quando vou dar.

Deve significar alguma coisa, portanto, que terminei em dois dias a leitura de Uma Ortodoxia Generosa do líder emergente Brian McLaren, publicado no Brasil pela editora Palavra.

Mais generosa do que eu jamais seria ou recomendaria ser, Uma Ortodoxia Generosa é porém perfeitamente ortododoxa em sua heterodoxia. Basta verificar o efeito acumulado dos títulos de alguns capítulos: Por que sou evangélico, Por que sou pós-protestante, Por que sou bíblico, Por que sou liberal/conservador, Por que sou fundamentalista/calvinista, Por que sou metodista, Por que sou católico, Por que sou verde, Por que sou depressivo-mas-esperançoso, Por que sou emergente, Por que sou não-acabado.

Dito de outra forma, Por que você deve ler este livro.

 

Estou cada vez mais convencido de que Jesus não veio começar outra religião ou competir no mercado religioso. Creio que ele veio extinguir o padrão de competitividade religiosa (que Paulo chamou de “lei”) ao cumpri-lo.

À luz disso, embora eu não espere que todos os budistas se tornem cristãos (culturais), espero que todos que se sintam chamados se tornem budistas seguidores de Jesus; creio que eles deveriam ter essa oportunidade e receber esse convite. Não espero que todos os judeus ou hindus se tornem membros da religião cristã. Mas espero que todos os que se sentirem chamados se tornem judeus ou hindus seguidores de Jesus.

Finalmente, espero que Jesus salve o budismo, o islamismo e todas as outras religiões, incluindo a religião cristã, que na maioria das vezes parece carecer tanto de salvação quanto qualquer outra religião. (Nesse contexto, desejo que todos os cristãos se tornem seguidores de Jesus, mas talvez seja pedir demais).

Paulo Brabo @saobrabo

Escrevo livros, faço desenhos e desenho letras. A Bacia das Almas é repositório final de ideias condenadas à reformulação eterna.

Arquivado sob as rubricas

 

<
>

Depositado em juízo por Paulo Brabo · Desde 2004 · Sobre o autor e esta Bacia · Leia um livro · Olhe desenhos · Versões digitais dos manuscritos da Biblioteca do Monastério de São Brabo nas Índias Ocidentais · Fale comigo · A Bacia das Almas aparentemente não tem base para fazer essas afirmações