Ouse decidir • A Bacia das Almas

 

Paulo Brabo, 17 de janeiro de 2006

Ouse decidir

Estocado em Goiabas Roubadas

Pode existir algo na vida que tem tanto poder sobre nós que nos acaba levando pouco a pouco a esquecer de tudo que é bom? E esquecer o que é bom pode acontecer a quem já ouviu o chamado da eternidade de forma clara e ressonante?

Se a resposta é sim, deve-se buscar uma cura. Louvado seja Deus porque tal cura existe: é tomar-se serenamente uma decisão. Uma decisão nos une ao eterno; ela traz o eterno para dentro do tempo. Uma decisão levanta-nos com um sobressalto do sono da monotonia. Uma decisão quebra o feitiço do hábito. Uma decisão rompe a longa lista de pensamentos de desânimo. Uma decisão pronuncia a sua benção até mesmo sobre o menor dos começos, desde que se trate de fato de um começo. A decisão é o despertar do eterno.

Søren Kierkegaard

Paulo Brabo @saobrabo

Escrevo livros, faço desenhos e desenho letras. A Bacia das Almas é repositório final de ideias condenadas à reformulação eterna.

Arquivado sob as rubricas

 

<
>

Depositado em juízo por Paulo Brabo · Desde 2004 · Sobre o autor e esta Bacia · Leia um livro · Olhe desenhos · Versões digitais dos manuscritos da Biblioteca do Monastério de São Brabo nas Índias Ocidentais · Fale comigo · A Bacia das Almas não tem mais o que fazer