O clima do Brasil • A Bacia das Almas

 

Paulo Brabo, 25 de fevereiro de 2006

O clima do Brasil

Estocado em Pormenor


O Brasil tem um clima bastante variado. No norte, o clima é de tensão entre seringueiros e defensores verdes do Greenpeace. No nordeste, o clima é calmo, devagar quase parando. No sudeste o clima é pesado e “os mano” não sobe o morro sem tá combinado com os truta não. No sul é mais calmo porque, com aquele frio nojento, ninguém sai na rua, estando sujeito ao congelamento caso não retorne a um lugar seguro após 7 minutos.

Já postei aqui sobre a entrada Brazil na versão inglesa da enciclopédia interativa desciclopédia (uncyclopedia.org).

Pois a desciclopédia tem agora uma deliciosamente inacurada versão em língua portuguesa, “idioma falado no Alasca, no leste da Argélia, nas ilhas Tuvalu, em alguns países do Leste Europeu, e por diversas pessoas na Terra Média”.

Na entrada sobre o Brasil o destaque é para uma desregrada cronologia da história brasileira, da qual seleciono uns poucos itens:

  • 15652 a.C. – Aparecem os primeiros pré-brasileiros, que faziam desenhos (como animais silvestres, bundas, etc.) e tocavam intrumentos (tambores, cavaquinhos). Também foi encontrada uma bola de couro de Chupa-Cabra.
  • 0 – Nasce Dercy Gonçalves, juntamente com o judeu Cristo Redentor.
  • 323 – Surge a religião oficial do país, o Carnaval.
  • 600 – Dercy vira mocinha.
  • 983 – O Brasil conquista a Argentina, Uruguai e Paraguai numa emocionante disputa por pênaltis.
  • 1000 – Ao completar seu primeiro Mileno, Dercy Gonçalves comemora ganhando torneio de Miss Brasil.
  • 1492 – Cabral chega no Brasil e volta à Portugal se proclamando o descobridor do Brasil. Vasco da Gama fica e funda um time de futebol.
  • 2040 – O Presidente do Haiti, Jacques de Oliveira, visita o Brasil para conhecer seu verdadeiro pai. Jacques é filho de uma haitiana com um soldado da força de paz do Brasil e nasceu logo após a desocupação do Haiti em 2007.
  • 13001 – Depois de juntar pedaços de um Fuscão preto, um gato preto morto, um capacitor preto de fluxo, do apoio financeiro dado pelo Governo Federal através de 3 malas pretas e de uma sessão de cheiramento de gatinhos, os cientistas brasileiros Tião Macalé e Zé Ruela constroem a primeira máquina do tempo 100% brasileira.
  • 13083 – Acontece a primeira viagem temporal brasileira! Utilizando o “Agora Vai!”, nome do novo protótipo experimental feito de latas recicladas de cerveja, sacos pretos de lixo e plástico bolha, os brasileiros voltam no tempo para tentar impedir o maligno plano argentino para matar Ayrton Senna, o piloto. Não o piloto da super máquina do tempo, é claro!

Como você sabe, a tremenda vantagem/desvantagem de enciclopédias interativas como a desciclopédia (cujo conceito foi chupado da menos ambiciosa e mais conhecida wikipédia) é que absolutamente qualquer um pode alterar o seu conteúdo – você mesmo, se quiser, pode editar entradas existentes, criar entradas novas e assim por diante.

É definitivamente coisa de quem não tem o que fazer. Por isso, entre deixar um comentário engraçadinho na Bacia e deixar a desciclopédia ainda menos acurada, por favor não hesite.

Você Sabia…

  • … que quanto mais eu rezo, mais assombração me aparece?
  • … que quando suor tiver valor, sovaco de pobre vai secar?
  • … que já que o Universo é infinito e qualquer coisa dividida por infinito tende a ser zero, a população do Universo é inexistente?
  • … que cachorro quando late no buraco de tatu sai espuma pela boca e chocolate pelo olho?
  • … que existem três tipos de pessoas no mundo: as que sabem contar e as que não sabem?
  • … que os três problemas da humanidade na verdade são dois, a burrice?
  • … que três entre quatro pessoas?
  • … que quatro entre cinco pessoas são seis?
  • … que José Dirceu, além de inocente, é virgem?
  • … e que essa era a única coisa que Lula sabia, e que ele tentou mudá-la mas não conseguiu?

E assim por diante.

O pessoal da ANA não pára.

Esta entrada da Bacia das Almas é um oferecimento de Daltony – ele quem faz.

[R]EXCESSO DE CARNAVAL

As idéias não descansam, mas desplugam-se periodicamente. Venho pela presente conceder ao leitor da Bacia 4 (quatro) dias de exílio compulsório. O negócio é levantar tarde, e passar pelo menos dois dias inteiros se espreguiçando antes de juntar coragem para levantar e andar até a rede. Se tudo correr bem a Bacia deverá erguer-se, das cinzas, na próxima quinta-feira.

Afinal de contas o espírito está pronto, mas o Carnaval está fraco.

Paulo Brabo @saobrabo

Escrevo livros, faço desenhos e desenho letras. A Bacia das Almas é repositório final de ideias condenadas à reformulação eterna.


 

<
>

Depositado em juízo por Paulo Brabo · Desde 2004 · Sobre o autor e esta Bacia · Leia um livro · Olhe desenhos · Versões digitais dos manuscritos da Biblioteca do Monastério de São Brabo nas Índias Ocidentais · Fale comigo · A Bacia das Almas está desde 2004 sem chegar a lugar algum