German Titanic • A Bacia das Almas

 

Paulo Brabo, 16 de março de 2005

German Titanic

Estocado em Filmes · História

Assisti ontem a versão alemã “banida” de Titanic, de 1943, e achei o filme notável em todos os aspectos – excelentes atuações e efeitos, e uma direção excepcionalmente fluente para a época e para o tema.

No começo fiquei intrigado com o que teria levado a Alemanha nazista a filmar (em plena Segunda Guerra) a história de um navio britânico, mas depois dos primeiros minutos ficou tudo muito claro. Titanic é a história de um fracasso titânico da engenhosidade dos ingleses, e funciona expecionalmente bem como propaganda de guerra em favor dos alemães. Os ingleses do filme são todos arrogantes, pomposos e obtusos; a única pessoa sensata e honesta no navio (e no filme) é um alemão: o eficiente e incorruptível primeiro oficial, Petersen. Esse sujeito é o único que dá importância aos inúmeros alertas de icebergs recebidos pelo telégrafo, e faz absolutamente tudo que pode para que seus superiores enxerguem a seriedade do problema e diminuam a velocidade suicida do navio. Inevitavelmente, Petersen é acusado (injustamente) de, por ser alemão, não desejar que o navio quebre o recorde da travessia do Atlântico.

Fica a impressão clara de que se o capitão do navio e o diretor da companhia fossem menos obtusos e ambiciosos e tivessem dado ouvidos aos sensatos conselhos do sensato alemão, o Titanic estaria até hoje acima da linha da água e os bisnetos de Rose e Jack correriam faceiros entre nós. Mas – ai de nós – há inúmeras maneiras de se contar a mesma história, mas todas têm o mesmo fim.

Paulo Brabo @saobrabo

Escrevo livros, faço desenhos e desenho letras. A Bacia das Almas é repositório final de ideias condenadas à reformulação eterna.

Arquivado sob as rubricas

 

<
>

Depositado em juízo por Paulo Brabo · Desde 2004 · Sobre o autor e esta Bacia · Leia um livro · Olhe desenhos · Versões digitais dos manuscritos da Biblioteca do Monastério de São Brabo nas Índias Ocidentais · Fale comigo · A Bacia das Almas é constrangedoramente grande