Marcha, soldado

Este documento contém clipes de áudio que só podem ser ouvidos na página da Bacia na internet.

Quem não quer ouvir o Brabinho cantando mais uma?

Gravada pelo meu tio Carlos, o Bondoso, quando eu era ainda menor do que o Arthur é hoje – ou seja, há quase 37 anos de pura travessura. Para algo mais terno e menos imperialista, procure ouvir minha versão de 3 anos cantando Faz três Noites.

Marcha, soldado, Paulo Brabinho | Clique no triângulo para ouvir

Falando nisso, alguém por favor acuda a bandeira nacional.

Not again

Este documento contém clipes de áudio que só podem ser ouvidos na página da Bacia na internet.

Blues minimalista com repetição e catarse.

Not again, Paulo Brabo | Clique no triângulo para ouvir

Ivan

Este documento contém clipes de áudio que só podem ser ouvidos na página da Bacia na internet.

Hoje, por coincidência, é aniversário do Ivan, que é precisamente quatorze dias mais jovem do que eu. Já descrevi certa vez esse sujeito como o melhor amigo que Deus em seus ilimitados recursos foi capaz de produzir; hoje creio que a hipérbole podia ser mais acentuada, mas o Ivan é melhor com as palavras do que eu. Singulares todos somos: o Ivan é extraordinário. Feliz aniversário, cara. Eu te amo.

Ivan, Paulo Brabo | Clique no triângulo para ouvir

Conheço o Ivan Continue lendo →

Timbó

Este documento contém clipes de áudio que só podem ser ouvidos na página da Bacia na internet.

Para SC

O conjunto instrumental mineiro Pádedeus visitou o Monastério nesta quarta-feira e chantageei-os a gravarem uma composição minha na Capelinha de Melão: Timbó para violão, dois violinos e uma convulsiva percussão industrial. Trilha para uma viagem a SC.

Timbó, Pádedeus | Clique no triângulo para ouvir

 

Real world review:

It’s a curious menagerie of elements: it has jazzy-sounding dissonant parts, a large base of folky melody, always broken up Continue lendo →

Terno de reis

Este documento contém clipes de áudio que só podem ser ouvidos na página da Bacia na internet.

Em 1987, assim que cheguei de Bauru e mudei-me para o apartamento da Souza Naves onde moravam minhas irmãs, encontrei na estante da sala um improvável livro (creio que pertencia à Isa) sobre cantos populares do Brasil. Abri ao acaso e encontrei o seguinte verso:

Agora mesmo chegamos
Na beira do seu terreiro
Para tocar e cantar
Licença peço primeiro

Imediatamente veio-me à mente uma melodia para o verso, melodia que permaneceu rolando num canto da minha cabeça, junto com essas quatro linhas, por quase vinte anos (foi só muito mais tarde que fiquei Continue lendo →

Samba para 22 pernas

Este documento contém clipes de áudio que só podem ser ouvidos na página da Bacia na internet.

Agora sim, inteira no seu vídeo, a primeira faixa do álbum secreto que compus inspirado pela participação da seleção brasileira na Copa do Mundo de 1994 – ano de tetra.

Senti-me tentado a alterar uma coisa ou outra, especialmente a trilha da bateria, que tem seus momentos mas é em geral atroz – porém meu revisionismo não chega a tanto. Esta é sem tirar nem por a versão que escrevi há doze anos.

Agora, sem mais delongas, o Samba para 22 pernas – um tema festivo para a Copa de 1994:

Samba Continue lendo →

Como compor um tema musical para a Copa de 94

No que me diz respeito, a década de 1990 não teve proporções míticas como os anos 80, mas foi ainda assim caracterizada por acontecimentos memoráveis. Da perspectiva de hoje, o desempenho e a vitória da seleção brasileira na Copa de 94 estão marcados na minha trajetória como benção de ressonância menor – mas não foi assim na época. Eu estava empolgadíssimo ao ponto da insanidade com a possibilidade do tetra, e acompanhei cada jogo com inédita e não-repetida paixão.

No intervalo entre um tempo e outro eu subia para o meu quarto no andar superior do sobrado da Affonso Camargo e, dando vazão aos sucos criativos e à minha Continue lendo →

Tema obstinado para alguém que talvez nem exista

Este documento contém clipes de áudio que só podem ser ouvidos na página da Bacia na internet.

Do álbum Temas precários. Gravado ao vivo na Capelinha de Melão do Monastério de São Brabo, em outubro de 2005.

Tema obstinado para alguém que talvez nem exista, Paulo Brabo | Clique no triângulo para ouvir

Nasce uma criança

Este documento contém clipes de áudio que só podem ser ouvidos na página da Bacia na internet.

Há alguns meses mencionei minha furtiva composição Nasce uma criança, que escrevi num Natal a pedido da Dona Vera, mãe da Magali, e reciclei anos mais tarde para um quarteto vocal em que eu cantava baixo, o Ezequias tenor, a Cleuza contralto e a Betty Douglas soprano – com a Vanelli nos redimindo ao piano.

Essa última partitura é que foi re-reciclada nesta gravação com o celebradíssimo quarteto de cordas italianas Fieri Palpiti. Gravado ao vivo na Capelinha de Melão do Monastério de São Brabo, em maio de 2005.

Nasce Continue lendo →

Dia branco

Este documento contém clipes de áudio que só podem ser ouvidos na página da Bacia na internet.

Todas os estilos de música me interessam (com a possível exceção do reggae), mas a música popular brasileira está perto do topo. Eu poderia cantar algum Chico Buarque, mas fiquei com vontade de colocar na mesa uma versão feita em casa da lírica Dia Branco, de Geraldo Azevedo, gravada aqui no Monastério no ano passado. Arranjo e voz deste que vos fala.

Dia branco, Paulo Brabo | Clique no triângulo para ouvir

Cordel Sonata – 1st Movement

Este documento contém clipes de áudio que só podem ser ouvidos na página da Bacia na internet.

A obra mais popular de Beethoven “Bentinho” de Caruaru, repentista, cordelista e compositor pernambucano. Gravado na Capelinha de Melão do Monastério de São Brabo, Índias Ocidentais, em 13 de abril de 2005.

Allegro, Cordel Sonata, Bentinho Caruaru | Clique no triângulo para ouvir

Cordelist, repentist and composer Beethoven “Bentinho” do Caruaru’s most popular piece. Recorded at the Melon Chapel, Saint Brabo Monastery, West Indias, Continue lendo →


Depositado em juízo por Paulo Brabo · Desde 2004 · Sobre o autor e esta Bacia · Leia um livro · Olhe desenhos · Versões digitais dos manuscritos da Biblioteca do Monastério de São Brabo nas Índias Ocidentais · Fale comigo · A Bacia das Almas está desde 2004 sem chegar a lugar algum