Vamos chamar de democracia • A Bacia das Almas

 

Paulo Brabo, 08 de junho de 2016

Vamos chamar de democracia

Estocado em Goiabas Roubadas · Política

A manipulação deliberada e inteligente dos hábitos e opiniões organizados das massas é elemento fundamental de uma sociedade democrática. Os que manipulam esse mecanismo oculto da sociedade constituem um governo invisível que representa o verdadeiro poder dirigente do nosso país.

Somos governados, nossas mentes são moldadas, nossas preferências formadas, nossas ideias sugeridas em grande parte por homens dos quais nunca ouvimos falar.

[. . .] Em praticamente tudo que fazemos na vida diária, seja na esfera política ou nos negócios, seja em nossa conduta social ou convicção ética, somos dominados por um número relativamente pequeno de pessoas que entende os processos mentais e padrões sociais das massas. São eles que puxam os cordões que controlam a mente do público, que canalizam antigas forças sociais e encontram novos modos de amarrar e conduzir o mundo.

Este é Eduard Bernays, sobrinho de Freud, precursor de Eduardo Cunha, Maquiavel moderno e designer inteligente do presente século, logo na primeira página do seu livro Propaganda, de 1928. Não se deixe enganar pelo despejo dos parágrafos acima: Bernays achava coisa necessária e benéfica a manipulação das massas pelas elites, e escreveu o seu livro e inventou o conceito de Relações Públicas para mostrar ao mundo como se faz.

Funcionou.

Para uma introdução aos estragos de Bernays você pode querendo recorrer a O século do eu, documentário da BBC. A partir de uma lembrança da @Denisemattos

Paulo Brabo @saobrabo

Escrevo livros, faço desenhos e desenho letras. A Bacia das Almas é repositório final de ideias condenadas à reformulação eterna.

Clique aqui para receber as publicações deste sáite por email.

Arquivado sob as rubricas

 

<
>

Depositado em juízo por Paulo Brabo · Desde 2004 · Sobre o autor e esta Bacia · Receba por email · Leia um livro · Olhe desenhos · Vasculhe os arquivos · A amizade continua a mesma no twitter, no Instagram, no Flickr e até no Google+ · Mas não no Facebook · Assine com RSS · Versões digitais dos manuscritos da Biblioteca do Monastério de São Brabo nas Índias Ocidentais · Fale comigo · A Bacia das Almas já não é mais a mesma