A queda da casa do mundo

– Tem uma página na internet, esqueci o endereço – me disse o Zé Márcio – que mostra um mapa-múndi e uma linha do tempo. Você arrasta para a direita o triângulo que representa um ponto remoto na linha do tempo, e faz com que as fronteiras nacionais mostradas no mapa se ajustem à medida em que as datas destacadas se aproximam da nossa. Você vê o contorno do Império Romano, e no instante seguinte o sul da Europa e o norte da África pertencem já aos muçulmanos. Aqui a Índia e a África pertencem aos portugueses, no momento seguinte a América do Norte aos espanhóis. Agora a Itália ainda não existe, agora a Alemanha engole Continue lendo →

Manual de emergência do observador de catástrofes

A conspiração contra a raça humana (2010), de Thomas Ligotti, foi recebido como o livro mais pessimista de todos os tempos, tendo entre outros méritos inspirado os discursos do policial niilista da primeira temporada de True Detective. Thomas Ligotti é um escritor que me deixa otimista com relação às possibilidades da literatura de horror; seus textos de ficção, reunidos em outros livros, são a única coisa contemporânea que chegou até mim e se aproxima da vertigem que é Lovecraft.

Na qualidade de pessimista, no entanto, Ligotti tem ainda muito a aprender. Comigo.

Uma lista de singularidades: porque o Brasil é tão difícil de explicar


O resto do mundo não opera a partir de lógicas que se aplicam aqui

A confissão: escrever sobre a crise da zona do euro ou a ascensão do nacionalismo no mundo é covardemente mais fácil do que se pronunciar com qualquer lucidez sobre o que acontece neste país.

Se o mundo é complexo, o Brasil é excepcionalmente. As correntes que cortam e definem o planeta são pelo menos visíveis e mapeadas. Em comparação, não há nome ou disciplina que corresponda a muita coisa que acontece no Brasil.

Não é à toa que entre nós tanta gente reputada escreve tolice sem perder a reputação. O Brasil é um estado de exceções, Continue lendo →


Depositado em juízo por Paulo Brabo · Desde 2004 · Sobre o autor e esta Bacia · Receba por email · Leia um livro · Olhe desenhos · Vasculhe os arquivos · A amizade continua a mesma no twitter, no Instagram, no Flickr e até no Google+ · Mas não no Facebook · Assine com RSS · Versões digitais dos manuscritos da Biblioteca do Monastério de São Brabo nas Índias Ocidentais · Fale comigo · A Bacia das Almas apoia causas perdidas