O ofício dos chavões • A Bacia das Almas

 

Paulo Brabo, 19 de setembro de 2009

O ofício dos chavões

Foras-chavão no namoro cristão:
1. Presbiteriana: “Vamos continuar orando, se Deus quiser mesmo, acabaremos juntos”.
2. Metodista: “Não sei é a vontade de Deus, mas não é a minha”.
3. Assembleiana: “O Senhor me revelou que você não é meu escolhido”.
4. Católica: “Vou me casar com Jesus!”
5. Universal: “Ore a respeito, e se não ficarmos juntos, é porque você não teve fé o suficiente”.

Reserva:
I. Batista: “Precisei tomar uma decisão a respeito”.
II. Adventista: “Você vai ficar bem, Jesus já está voltando”.
III. Internacional da Graça: “Nâo posso mais dedicar tempo pra você, porque es-tou se-guiiiin-doo / a Je-sus Criiiis-tooo…”

É um serviço sujo, mas alguém tem de fazer: que seja então o Keydom, do Ofício dos Chavões. Porque o meio é a mensagem.

* * *

Leia também:
Os truques da profissão

Paulo Brabo @saobrabo

Escrevo livros, faço desenhos e desenho letras. A Bacia das Almas é repositório final de ideias condenadas à reformulação eterna.

Clique aqui para receber as publicações deste sáite por email.

Arquivado sob as rubricas

 

<
>

Depositado em juízo por Paulo Brabo · Desde 2004 · Sobre o autor e esta Bacia · Receba por email · Leia um livro · Olhe desenhos · Vasculhe os arquivos · A amizade continua a mesma no twitter, no Instagram, no Flickr e até no Google+ · Mas não no Facebook · Assine com RSS · Versões digitais dos manuscritos da Biblioteca do Monastério de São Brabo nas Índias Ocidentais · Fale comigo · A Bacia das Almas é onde discutimos ideias que têm o enorme mérito de interessar apenas a nós mesmos