A história • A Bacia das Almas

 

Paulo Brabo, 27 de junho de 2014

A história

Estocado em Recomendações

Este documento contém clipes de áudio que só podem ser ouvidos na página da Bacia na internet.

La storia, Francesco De Gregori | Clique no triângulo para ouvir

A história somos nós, ninguém sinta-se prejudicado
Somos nós este campo de agulhas sob o céu
A história somos nós, atenção, ninguém sinta-se excluído
A história somos nós, somos nós estas ondas no mar,
Este rumor que rompe o silêncio,
Este silêncio tão difícil de relatar

E depois vêm lhe dizer: “Todo mundo é igual,
todos te roubam da mesma maneira”
Mas é só um modo de convencê-lo
A ficar preso dentro de casa quando chega a noite
Mas a história não para de modo algum diante de um portão
A história entra nos quartos e os incendeia
A história contradiz e dá razão
A história somos nós, somos nós que escrevemos as cartas
Somos nós que temos tudo a ganhar, tudo a perder

E além disso as pessoas (porque são as pessoas que fazem a história)
Quando se trata de escolher e de avançar
Você as encontra todas de olhos abertos,
Sabendo muito bem o que fazer
Os que já leram milhões de livros
E os que mal sabem falar
E é por isso que a história dá arrepios
Porque ninguém a pode mudar
A história somos nós, somos nós os pais e os filhos
Somos nós, bella ciao, os que partem
A história não tem esconderijos
A história não passa a vez
A história somos nós, somos nós este campo de trigo

* * *

La storia siamo noi, nessuno si senta offeso,
siamo noi questo prato di aghi sotto il cielo.
La storia siamo noi, attenzione, nessuno si senta escluso.
La storia siamo noi, siamo noi queste onde nel mare,
questo rumore che rompe il silenzio,
questo silenzio così duro da raccontare.
E poi ti dicono “Tutti sono uguali,
tutti rubano alla stessa maniera”.
Ma è solo un modo per convincerti
a restare chiuso dentro casa quando viene la sera.
Però la storia non si ferma davvero davanti a un portone,
la storia entra dentro le stanze, le brucia,
la storia dà torto e dà ragione.
La storia siamo noi, siamo noi che scriviamo le lettere,
siamo noi che abbiamo tutto da vincere, tutto da perdere

E poi la gente, (perchè è la gente che fa la storia)
quando si tratta di scegliere e di andare,
te la ritrovi tutta con gli occhi aperti,
che sanno benissimo cosa fare.
Quelli che hanno letto milioni di libri
e quelli che non sanno nemmeno parlare,
ed è per questo che la storia dà i brividi,
perchè nessuno la può cambiare.
La storia siamo noi, siamo noi padri e figli,
siamo noi, bella ciao, che partiamo.
La storia non ha nascondigli,
la storia non passa la mano.
La storia siamo noi, siamo noi questo piatto di grano.

Francesco De Gregori, La storia

Publicado originalmente
em 13 de outubro de 2008

Paulo Brabo @saobrabo

Escrevo livros, faço desenhos e desenho letras. A Bacia das Almas é repositório final de ideias condenadas à reformulação eterna.

Arquivado sob as rubricas

 

<
>

Depositado em juízo por Paulo Brabo · Desde 2004 · Sobre o autor e esta Bacia · Leia um livro · Olhe desenhos · Versões digitais dos manuscritos da Biblioteca do Monastério de São Brabo nas Índias Ocidentais · Fale comigo · A Bacia das Almas é repositório final de ideias condenadas à reformulação eterna