Entr’acte • A Bacia das Almas

 

Paulo Brabo, 09 de setembro de 2009

Entr’acte

Estocado em Ilustração · Pormenor

No Monastério o regozijo é universal desde ontem; nos claustros ecoam hosanas, no refeitório repicam os tamborins. Nosso pedido coletivo de sumir foi entendido e atendido literalmente pelos céus. A tempestade do século, que desabou a partir das três da manhã do dia 8, deixou-nos sem energia elétrica por 14 horas e sem telefone por 17; a internet, como um embaraçado filho pródigo, só voltou do exílio 36 horas depois de nos ter abandonado.

Enquanto vivemos à salvo dos urros de Mamom peguei uns lápis e desenhei uma menina azul.

* * *

Aguardava-me na caixa de entrada do email, entre outras, uma nota do Tuco Egg. Ele tinha visto minha foto recente em trajes de exterminador de ratos; achando a capa do meu livro a ser lançado em novembro inacuradamente inofensiva, mandou-me esta nova proposta, que devemos julgar mais literal e provavelmente mais honesta:

Paulo Brabo @saobrabo

Escrevo livros, faço desenhos e desenho letras. A Bacia das Almas é repositório final de ideias condenadas à reformulação eterna.

Arquivado sob as rubricas

 

<
>

Depositado em juízo por Paulo Brabo · Desde 2004 · Sobre o autor e esta Bacia · Leia um livro · Olhe desenhos · Versões digitais dos manuscritos da Biblioteca do Monastério de São Brabo nas Índias Ocidentais · Fale comigo · A Bacia das Almas só estava testando pra ver se você estava prestando atenção