O que preciso fazer para você assistir ‘Sudoeste’ de Eduardo Nunes

O filme de 2011 que é uma poesia, uma aquarela, uma ciranda, um cortejo fúnebre, uma folia popular e uma torrente ininterrupta de lirismo?

Enquanto o tempo passa, o filme aguarda na íntegra no canal de The Global Film Initiative. Assista e vislumbre comigo a precária comunhão de perplexidade que nos une. A Escritura não está fazendo uma metáfora quando usa a mesma expressão – toda a carne – para referir-se à humanidade e a toda vida na terra. Os animais não sabem que serão interrompidos pela morte, mas maravilham-se da vida tanto quanto nós. Mais consequente e vertiginosa Continue lendo →

Pra mim basta um dia

Este documento contém clipes de vídeo que só podem ser visualizados na página da Bacia na internet.

O que acontece quando você pede que o mundo inteiro registre, em vídeo, um único dia na Terra? Você recebe 80.000 vídeos e 4.500 horas de filmagem de 192 países. O produtor Ridley Scott e o diretor Kevin Macdonald, vencedor do Oscar, pegaram esse material bruto — todo ele filmado em 24 de julho de 2010 — e criaram Life in a Day/A vida num dia, um documentário que retrata esse caleidoscópio de imagens a que chamamos de vida. Estréia nos Estados Unidos em 24 de julho de 2011.

 

 

Veja também:
Gli Continue lendo →

Trailer | A versão completa de Metropolis

Este documento contém clipes de vídeo que só podem ser visualizados na página da Bacia na internet.

No verão de 2008 o curador do Museo del cine de Buenos Aires encontrou uma cópia integral, em negativo, de Metropolis (1927, Fritz Lang), um dos filmes mais espetaculares, visualmente impecáveis e influentes de toda a história — mas que praticamente ninguém tinha visto em versão completa. Até agora.

Uma nova restauração de Metropolis está sendo lançada com 25 minutos de cenas inéditas — cerca de 1/5 do filme — que nunca haviam sido vistas desde a sua Continue lendo →

Loved by Mary Lane

Este documento contém clipes de vídeo que só podem ser visualizados na página da Bacia na internet.

A adorável Kristen Bell, de Veronica Mars, é Mary Lane na versão musical, de 2005, do cult Reefer Madness, filme “educativo” (e absolutamente trash) de 1936 sobre os supostos perigos do consumo de maconha (em que ficamos sabendo que “a marijuana causa mais dependência do que a heroína”).

Esta versão de Reefer Madness sugou a estética, o senso de humor e até a sonoridade de A Pequena Loja dos Horrores (1986), ele mesmo versão musical de um filme anterior de orçamento inexistente.

O que curto nesta sequência Continue lendo →

A diferença entre um homem e uma manga verde



é que a manga amadurece.

Há uma estupidez essencial embutida na alma masculina (para não dizer nas suas gônadas). Não se engane: não há homens sérios, espirituais e compenetrados. Não há um de nós que se alce ao sublime. Dizemos coisas inconsequentes, fazemos coisas fora de propósito e rimos de coisas impróprias. Essa leviandade faz parte do segredo comum que torna os homens frequentemente repugnantes e ocasionalmente irresistíveis.

Shakespeare não se considerava acima de piadas sobre sexo, mas ele era Shakespeare, amparado por uma redação impecável e uma compaixão inabalável diante de tudo que é humano. Vindo de Continue lendo →

Dois minutos e meio de A Queda

Este documento contém clipes de vídeo que só podem ser visualizados na página da Bacia na internet.

A sequência inicial de The Fall (2006), de Tarsem Singh. O trailer do filme frequenta outros lugares da internet, mas se esta sequência não bastar para angariar a sua devoção, nada bastará.

As sessões do Paraíso

Este documento contém clipes de vídeo que só podem ser visualizados na página da Bacia na internet.

No Paraíso, como é de conhecimento geral, não há noticiários, novelas, reality shows nem programas de entrevistas — esses só continuam a ser transmitidos no Inferno, onde foram criados. No Paraíso, onde há pouca coisa além de rios, bibliotecas e livrarias, há também aparelhos de televisão — mas esses só funcionam depois do anoitecer e só passam filmes em preto e branco, daqueles que foram filmados na terra até meados da década de 1950.

Tratam-se dos filmes que na minha infância e adolescência passavam inevitavelmente Continue lendo →

Me embala, Sexy Jesus

Este documento contém clipes de vídeo que só podem ser visualizados na página da Bacia na internet.

A apoteose blasfema (e em tantos sentidos conservadora) de Hamlet 2.

[flv:http://d3axmvvqfkltb2.cloudfront.net/movies/2009-01-11-sexy-jesus.mp4 512 272]

O fracasso não é uma opção

Este documento contém clipes de vídeo que só podem ser visualizados na página da Bacia na internet.

Visite a Bacia para ver o vídeo

Se a imagem estiver incompleta, tente aqui.

 

Mixagem de Mathew Belinkie,
do blog de cinema Overthinkingit

* * *

Veja também:
Hung Up: A nova cultura da remixagem
Trailer remix


Depositado em juízo por Paulo Brabo · Desde 2004 · Sobre o autor e esta Bacia · Receba por email · Leia um livro · Olhe desenhos · Vasculhe os arquivos · A amizade continua a mesma no twitter, no Instagram, no Flickr e até no Google+ · Mas não no Facebook · Assine com RSS · Versões digitais dos manuscritos da Biblioteca do Monastério de São Brabo nas Índias Ocidentais · Fale comigo · A Bacia das Almas armazena mais de 2400 documentos